Servir Brasil debate ações sobre Reforma Administrativa para 2021 com conselho curador

fev 22, 2021 | Notícias

Uma das pautas da reunião foi a avaliação de desempenho no serviço público, que já é tema de estudo pelo conselho curador e pela frente. O objetivo é a formulação de um texto conjunto, para o próximo ano, que adote critérios claros e bem estabelecidos que sustentam transparência, imparcialidade e inviabilizam injustiças e troca de favores.

Com informações de: Servir Brasil

Nesta segunda-feira (7), os deputados federais professor Israel Batista (PV/DF) e Marcelo Freixo (PSOL/RJ), além de outros membros da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil), se reuniram virtualmente com integrantes das entidades do conselho curador da bancada para debater o encerramento das atividades deste ano e planejar novas ações, em especial sobre a reforma administrativa (PEC 32/20), para 2021.

Durante o encontro, a falta de análise dos impactos da reforma foi apontada como um dos principais problemas na formulação do texto a serem superados. A Servir Brasil tem cobrado do governo federal transparência e divulgação dos estudos que deram base ao texto.

O deputado professor Israel também destacou como uma das ações centrais para o ano que vem a ampliação do diálogo com os membros da Frente da Reforma Administrativa, para que diversos pontos que constituem a PEC 32 sejam reformulados a fim de defender o servidor e o serviço público prestado à sociedade. As duas frentes possuem pontos de vistas divergentes sobre a reforma, mas mantêm uma mesa técnica permanente de diálogos sobre o tema.

Uma das pautas da reunião foi a avaliação de desempenho no serviço público, que já é tema de estudo pelo conselho curador e pela frente. O objetivo é a formulação de um texto conjunto, para o próximo ano, que adote critérios claros e bem estabelecidos que sustentam transparência, imparcialidade e inviabilizam injustiças e troca de favores.

Conheça o conselho curador da Servir Brasil.

Assine a newsletter da campanha e fique por dentro das novidades relacionadas à PEC 32.